Política

Postado em 2017-02-01 17:56:49

Prefeito Arlindo Rocha faz balanço do primeiro mês


Maracajá (SC)

“Ainda há gente de bem, que faz o bem pelo simples motivo de ajudar, contribuir, sem querer nada como recompensa e com pessoas assim é possível formar uma equipe coesa, dedicada e que vai administrar esta cidade com uma nova visão, voltada ao serviço público e ao bem comum; de outra parte, ainda existe muita gente querendo se dar bem, levar vantagem e, alguns, apostando no quanto pior para o município, melhor para eles”. A declaração é do prefeito de Maracajá, Arlindo Rocha, ao sintetizar em um único pensamento os primeiros 30 dias de sua administração.

Dos três grupos que “desenhou”, Arlindo se sente mais à vontade e dedica maior tempo aos primeiros. “Tenho cumprimentado diariamente a nossa equipe e os servidores que nos rodeiam; as dificuldades são imensas, falta dinheiro às necessidades mais elementares e cada um encontra alternativas, surgem propostas inovadoras e vamos vencendo os desafios que sabíamos seriam grandes, mas que se mostram maiores que nossa imaginação”, acrescenta o prefeito de Maracajá.

Rocha previa que teria que pagar duas folhas de pagamento de salários dos servidores e se enganou. “A administração anterior quitou os salários, mas nos deixou heranças que somam mais que duas folhas de pagamento”, enfatiza, apontado apenas alguns exemplos: a dívida com o fundo de previdência dos servidores municipais chegou a quase R$ 800 mil, os “restos a pagar” totalizaram em torno de R$ 300 mil e um aditivo a convênio de pavimentação contabilizou outros quase R$ 300 mil. “E surpresas aparecem todos os dias”, diz Rocha.

O prefeito de Maracajá estima que serão necessários de três a quatro meses para que a administração municipal esteja em condições de por em prática, efetivamente, os princípios norteadores que a conduziram a vitória na campanha eleitoral do ano passado. “Estamos estabelecendo os marcos necessários para uma administração voltada aos resultados, profissionalizada, sem discriminações e colocando o serviço público acima dos interesses político-partidários”, ilustra.

Sobre os que "apostam no pior" e os que "querem privilégios dos recursos públicos, Arlindo Rocha comenta “para estes a campanha eleitoral ainda não acabou e são levados por paixões políticas que em nada contribuem para o crescimento de nossa gente e desenvolvimento do nosso município. As eleições já passaram, agora é momento de todos juntos fazermos força no mesmo sentido; criar mais obstáculos ainda é apostar no pior e vamos superar estes também, com o apoio das pessoas de bem, que são maioria, com certeza”, finaliza.

Texto: ASSESSORIA DE IMPRENSA Foto: DIVULGAÇÃO



Notícias Relacionadas 15:14:11 Salário de Arlindo de Rocha será para comprar EPI´s
14:06:07 Maracajá vai elaborar Plano Decenal dos direitos das crianças
13:52:32 Iniciam as obras no centro esportivo municipal de Maracajá
17:56:49 Prefeito Arlindo Rocha faz balanço do primeiro mês
15:33:30 Maracajá conta com mais dois médicos no Cemasas

+ Leitor Repórter - envie fotos ou notícias para o JInews
+ Clique aqui e nos siga no Twitter

COMENTÁRIOS 0 COMENTÁRIOS1 de 7


comentar notícia


+ Ver mais


Noticias

+ CAPA
+ Distrito
+ Economia
+ Educação
+ Geral
+ Política
+ Polícia
+ Segurança
+ Variedades
+ Saúde
+ Eventos
+ Esportes

Especiais

+ BR-101
+ Brasil
+ SC-444
+ Santa Catarina
Colunistas

+ Elza de Mello
+ Maso Nyetto
+ Nicole Custódio
+ Susiane Mendes
+ Vivi Maragno
+ Notas da Rô
Multimidia

+ Capa
+ Charge
JI +

+ Clicks JI
+ JI nos Bairros
Leitor Reporter

+ Leitores
+ Ultimas Notícias
+ Enviar Notícia
JI News 2011 - 2012. Todos os direitos reservados. + Política de Privacidade    + Anuncie no JI News    + Facebook    + Twitter