Coluna de Elza de Mello - 22 de agosto/2019

22 Ago, 2019 09:05:39 - Colunistas

Içara Nossa Terra Nossa Gente Matizes de Açorianidade (24)

E mais uma vez nós, conselheiros do (Núcleo de Estudos Açoriano (NEA), vamos destacar feitos e pessoas de destaque em nosso município de origem. E essas pessoas e instituições passaram por uma votação entre os conselheiros para que sejam reconhecidos com o Troféu Açorianidade. E porque estamos falando de açorianidade, serão nove troféus representando as nove ilhas do Arquipélago dos Açores e um último representando aquela que consideramos a décima ilha, Florianópolis (SC) em nossa Bela e Santa Catarina.

E como o sentido literal nos fala, o troféu é uma insígnia ou sinal que se expunha em público para comemorar alguma vitória. Dai, sentirmos que esse troféu chega como uma comemoração máxima do ano em destaque. São sempre os maiores feitos e as pessoas que precisam ser prestigiadas que passam pela disputa de uma premiação. Para mais registrar os feitos e o fato em destaque, é elaborada uma biografia do concorrente, constando a contribuição para a cultura de base açoriana. É muito seletiva a participação ao troféu, pois é a nível estadual. Razão para que o participante tenha as ações bem divulgadas para vencer o pleito e receber o troféu, sendo, assim, uma grande conquista.

A premiação é sempre o objeto de cobiça, mas o mais importante, creio eu, é ter o nome registrado nos anais do NEA. Avalizando, assim, procedimento, participação, perpetuação e divulgação da cultura de base açoriana na cidade de origem. Tudo fica registrado e compartilhado entre todos os municípios e também ao Arquipélago dos Açores.

Neste ano de 2019, a Associação Cultural Açoriana de Içara (Acai), juntamente com a Fundação Cultura de Içara, lançou a Administração Municipal para concorrer ao Troféu Ilha do Faial. Era o mínimo que podíamos fazer para agradecer ao prefeito que olhou com carinho para nossa trabalho cultural e nos deu a alegria de sermos um município geminado com um outro município dos Açores – Lajes das Flores, da Ilha das Flores. Um gesto que seremos eternamente grato ao prefeito Murialdo Gastaldon e a Administração. Fomos também agraciados com uma rodovia entre Sanga Funda e Boa Vista, a Rodovia Lorisval Nunes de Mello – Rota da Imigração Açoriana, que está prevista, futuramente, passar por Coqueiros e Campo Mae Luzia, e seguir até ao município de Araranguá (SC). Um marco histórico que ligará a história de Içara (SC) à antiga Freguesia de Nossa Senhora Mãe dos Homens, que governou muitos dos municípios que hoje estão emancipados, mas que tiveram  origem em Araranguá (SC). A Administração também conserva o projeto Etnia na Escola que contempla a Escola José Fernandes Silveira, em Sanga Funda que dá ênfase  a cultura de base  açoriana  desde os tempos de nossos ancestrais, inclusive a escola já ganhou um troféu pelo trabalho que desenvolve com os alunos. 

E neste ano foi feita uma viagem, onde uma delegação içarense selou o protocolo de geminação que ainda estava pendente, faltando a assinatura do município de Içara (SC).

Quanta coisa a ACAI precisava escrever nos Anais do NEA. Ganhar o troféu é um detalhe, o engrandecimento é escrever agora e para a posteridade, a contribuição da Administração Municipal de Içara (SC)à Cultura de Base Açoriana. E nada mais significativo que sermos agradecidos com quem valoriza nosso ser e fazer  repleto de açorianidade de nossa gente  e no contexto de  nossa terra.

E como o Jornal Içarense também foi inscrito pelo Grupo Rancho Açoriano de Criciúma (SC), e foi agraciado com o Troféu  Ilha de Santa Maria, temos nossas razões para parabenizar esse veículo de comunicação, que é filho de Içara (SC).

Parabéns Jornal Içarense, você foi agraciado com um troféu e nós, içarenses, também somos vitoriosos. Vencer é uma alegria mas ser reconhecido é uma alegria maior ainda. 

Até a próxima edição com mais um assunto.

ELZA DE MELLO
Postado por ELZA DE MELLO


EXPRESSO COLETIVO ICARENSE
Cooperaliança